Menu

terça-feira, 16 de abril de 2019

Habilitar o repositório Backports no Debian 10 Buster

Confira nessa matéria o que é o repositório Backports e como o habilitar no seu Debian Buster.








Debian Backports


Você está executando o Debian estável, porque você prefere a árvore estável do Debian. Funciona muito bem, há apenas um problema: o software é um pouco desatualizado em comparação com outras distribuições. É aqui que entram os backports.









Backports são pacotes retirados da próxima versão do Debian (chamados de "testes"), ajustados e recompilados para uso no Debian estável. Como o pacote também está presente na próxima versão do Debian, você pode facilmente atualizar seu sistema stable + backports assim que o próximo lançamento do Debian for lançado. (Em alguns casos, geralmente para atualizações de segurança, os backports também são criados a partir da distribuição instável do Debian.)

Backports não podem ser testados tão extensivamente quanto o Debian stable, e backports são providos no estado em que se encontram, com risco de incompatibilidade com outros componentes no Debian estável. Use com cuidado!

Portanto, é recomendável selecionar apenas pacotes com backport único que atendam às suas necessidades e não usar todos os backports disponíveis.




Habilitando o Backports



Para habilitar o backports, abra o terminal e de os comandos para adicionar o espelho a sources.list.

Log como root.
su
Adicione o espelho backports.

echo "deb http://http.debian.net/debian buster-backports main contrib" >> /etc/apt/sources.list

Atualize o a lista de pacotes.

apt update

Instalando programas


Para instalar um pacote do backports você deve usar a sintaxe abaixo.

apt install -t buster-backports nome-do-pacote





OBS: O buster-backports está sendo liberado agora, portanto não espere que ele já contenha os pacotes que procura, mas com o decorrer do tempo os desenvolvedores vão rechear ele de programas novos para você :)


Fonte

Eu estou te ajudando? Faça uma doação!!











Nenhum comentário:

Postar um comentário