Menu

Lançamento da distribuição GNU Linux Debian 11 Bullseye

Hoje 14 de Agosto de 2021 está sendo lançada a 11ª versão estável da distribuição GNU/Linux Debian o Bullseye, confira.




Debian

 

Debian não é uma "distro" como muitos entendem um sistema operacional Linux, Debian é a maior comunidade de distribuição de programas de código aberto do universo.

A comunidade Debian empacota, da suporte e distribui mais de 50.000 pacotes de código aberto.


"O Projeto Debian é uma associação de indivíduos que têm como causa comum criar um sistema operacional livre. O sistema operacional que criamos é chamado Debian."


Mesmo o Debian não fazendo parte da lista de "distribuições" 100% free da GNU apenas por disponibilizar repositórios non-free.





Mas a comunidade Debian distribui o seu sistema operacional 100% free, o non-free o usuário é que decide se habilita ou não, o compromisso do Debian com o software livre é tanto que deu origem a um documento chamado Contrato social Debian.


"O Debian permanecerá 100% livre

Disponibilizamos as definições que usamos para determinar se um software é livre no documento intitulado Definição Debian de Software Livre (DFSG). Prometemos que o sistema Debian e todos seus componentes serão livres de acordo com essas definições. Iremos fornecer suporte às pessoas que desenvolvem ou usam software livre e não livre no Debian. Nunca faremos o sistema depender de um componente não livre."


Sabores Debian

 

O Debian é feito como em uma linha de produção, os pacotes passam de um estagio para o outro até chegar ao testing onde é congelado para ser lançado como uma nova versão stable.


  • Experimental
  • Unstable
  • Testing
  • Stable


Debian Stable é destinado para quem busca estabilidade, uso em produção sem surpresas que posam atrapalhar seus trabalhos, para quem deseja apenas instalar o sistema operacional e usar.

Debian Testing é destinado aos entusiastas e que buscam um bom nível de estabilidade para produção, mas pode exigir um pouco mais de conhecimento e pode não ser só instalar o sistema operacional e usar, pode exigir alguns ajustes.

Debian Unstable é destinado a entusiastas e programadores, afinal é nele que de fato as coisas acontecem para você se manter atualizado e consequentemente os seus softwares que você desenvolve. Ele também leva o nome de SID o menino malvado do Toy story, portanto todo respeito com ele é bom :)

O Experimental é apenas uma passagem para o Unstable, entenda melhor aqui.






Debian 11 Bullseye


A versão Stable do Debian é desenvolvida em média por dois anos no Testing, o atual lançamento o Debian 11 Bullseye iniciou o seu desenvolvimento logo após o lançamento do Debian 10 Buster em 6 de Julho de 2019.

Apesar do tempo relativamente longo e devido as exigências de qualidade Debian, assim como todas as versões Stable anteriores essa será lançada com 34 bugs para serem corrigidos, nada que comprometa o sistema, mas isso mostra a preocupação da comunidade com qualidade e transparência.







"Apesar de Debian lançar quando estiver pronto, isso infelizmente não significa que não existam bugs conhecidos. Como parte do processo de lançamento, todos os bugs com severidade séria ou ainda mais alta são seguidos ativamente pela Equipa de Lançamento ..."



O Debian não se limita a criação de um backup de um sistema em uma .iso como as denominadas "Distros" fazem, além de todo o trabalho de empacotamento, controle de qualidade, documentação e correções, a comunidade a cada lançamento Stable também lança uma das documentações mais importante para os seus usuários, as "Notas de lançamento".

Absolutamente todas as suas dúvidas com relação a versão estão nesse documento.


1. Introdução 1.1. Relatar erros neste documento 1.2. Contribuir com relatórios de actualização 1.3. Fontes para este documento 2. O que há de novo em Debian 11 2.1. Arquitecturas suportadas 2.2. O que há de novo na distribuição? 2.2.1. Desktops e pacotes muito conhecidos 2.2.2. Scan e impressão sem drivers 2.2.3. Novo comando open 2.2.4. Control groups v2 2.2.5. Journal systemd persistente 2.2.6. Novo método de entrada Fcitx 5 2.2.7. Notícias do Blend Debian Med 2.2.8. Suporte de kernel para exFAT 2.2.9. man pages com traduções melhoradas 3. Sistema de Instalação 3.1. O que há de novo no sistema de instalação? 3.1.1. Ajuda com a instalação de firmware 3.1.2. Instalação automatizada 3.2. Instalações na Cloud 3.3. Imagens de Container e de Máquina Virtual 4. Actualizações a partir de Debian 10 (buster) 4.1. Preparar para a actualização 4.1.1. Salvaguardar quaisquer dados ou informação de configuração 4.1.2. Informar os utilizadores com antecedência 4.1.3. Preparar para desligar temporariamente os serviços 4.1.4. Preparar para recuperação 4.1.5. Preparar um ambiente seguro para a actualização 4.2. Iniciar a partir de Debian “puro” 4.2.1. Actualizações para Debian 10 (buster) 4.2.2. Remover pacotes não-Debian 4.2.3. Upgrade para o último lançamento pontual 4.2.4. Preparar a base de dados de pacotes 4.2.5. Remover pacotes obsoletos 4.2.6. Limpar ficheiros de configuração que sobraram 4.2.7. Secção de segurança 4.2.8. Secção de actualizações propostas (proposed-updates) 4.2.9. Fontes não oficiais 4.2.10. Desactivar o APT pinning 4.2.11. Verificar o estado dos pacotes 4.3. Preparar os ficheiros source-list APT 4.3.1. Acrescentar fontes APT da Internet 4.3.2. Acrescentar fontes APT para um 'mirror' local 4.3.3. Acrescentar fontes APT a partir de meios ópticos 4.4. Actualizar pacotes 4.4.1. Gravar a sessão 4.4.2. Actualizar a lista de pacotes 4.4.3. Certificar-se que possui espaço suficiente para a actualização 4.4.4. Actualização mínima do sistema 4.4.5. Actualizar o sistema 4.5. Possíveis problemas durante a actualização 4.5.1. Dist-upgrade falha com “Não pode executar a configuração imediata” 4.5.2. Remoções esperadas 4.5.3. Conflitos ou Ciclos de Pré-Dependências 4.5.4. Conflitos de ficheiros 4.5.5. Alterações de configuração 4.5.6. Mudança de sessão para consola 4.6. Actualizar o seu kernel e pacotes relacionados 4.6.1. Instalar um meta-pacote do kernel 4.7. Preparar para o próximo lançamento 4.7.1. Purgar pacotes removidos 4.8. Pacotes obsoletos 4.8.1. Pacotes dummy transitórios 5. Problemas a estar atento em bullseye 5.1. Itens específicos de actualizações para Bullseye 5.1.1. Novo driver VA-API predefinido para GPUs Intel 5.1.2. O sistema de ficheiros XFS já não suporta a opção barrier/nobarrier 5.1.3. Alteração do layout do arquivo de segurança 5.1.4. O hashing de palavras-passe utiliza yescrypt por predefinição 5.1.5. Suporte para NSS NIS e NIS+ necessita de novos pacotes 5.1.6. Ficheiros de fragmentos de configuração no unbound 5.1.7. depreciação de parâmetros do rsync 5.1.8. Vim addons 5.1.9. OpenStack e cgroups v1 5.1.10. Ficheiros policy da API OpenStack 5.1.11. sendmail sem função durante a atualização 5.1.12. FUSE 3 5.1.13. Ficheiro de opções de GnuPG 5.1.14. Linux habilita user namespaces por predefinição 5.1.15. Linux desabilita chamadas não privilegiadas a bpf() por predefinição 5.1.16. redmine não está em bullseye 5.1.17. Exim 4.94 5.1.18. Deteção de dispositivos SCSI é não-determinística 5.1.19. rdiff-backup necessita de uma atualização combinada de servidor e cliente 5.1.20. Problemas com microcode de CPU Intel 5.1.21. As atualizações que involvam libgc1c2 necessitam de duas execuções 5.1.22. fail2ban não consegue enviar e-mail utilizado mail de bsd-mailx 5.1.23. Não são possíveis novas ligações SSH durante a atualização 5.1.24. Coisas a fazer após a actualização e antes de reiniciar 5.2. Itens não limitados ao processo de atualização 5.2.1. Limitações no suporte de segurança 5.2.2. Aceder à aplicação de definições do GNOME sem o rato 5.2.3. A opção de arranque rescue não é utilizavel sem uma palavra-passe de root 5.3. Obsolescência e depreciação 5.3.1. Pacotes relevantes obsoletos 5.3.2. Componentes depreciados para bullseye 5.4. Bugs graves conhecidos 6. Mais informação acerca de Debian 6.1. Leitura adicional 6.2. Procurar ajuda 6.2.1. Listas de mail 6.2.2. Internet Relay Chat (IRC) 6.3. Relatar erros 6.4. Contribuir para Debian A. Gerir o seu sistema buster antes da actualização A.1. Actualizar o seu sistema buster A.2. Verificar os seus ficheiros source-list APT A.3. Remover ficheiros obsoletos de configuração B. Colaboraram para as Notas de Lançamento Índice Remissivo glossário




As Notas de lançamento do Debian 11 Bullseye podem ser encontradas aqui.


Download


O download poderá ser feito no link abaixo assim qua a comunidade terminar o upload para os servidores, isso ira ocorrer ainda hoje, seja paciente.

 

"O teste do CD está quase concluído! A matriz de teste é bastante extensa e a maioria dos testes requer hardware real, então esta é a parte mais demorada do processo de lançamento #ReleasingDebianBullseye Enviado em 14 de agosto de 2021  

Por Jonathan Wiltshire "

 

 

Download Debian Stable 11 Bullseye

 

Caso tenha problemas com reconhecimento de placas de rede, você pode optar pela .iso não oficial que inclui drivers de código fechado.

 

Download Debian Stable 11 Bullseye non-free

 

Algumas matérias que podem ser úteis para você.


Atualizar o Debian 10 Buster para o 11 Bullseye

Com lançamento do Debian 11 Bullseye previsto para meados desse ano, já começam aparecer os users que não aguentam mais esperar e querem atualizar o seu Debian, confira se você pode ou não atualizar o seu sistema para a nova versão.



O que você precisa saber para usar o Debian 11 GNU Linux

Em todo lançamento de uma versão Stable do Debian novos usuários tentam entrar no mundo Debian, mas muitos acabam desistindo por terem aprendido tudo errado com os youtubers da vida, confira como ser um usuário Debian.



Plugins e codecs free para Debian 11 Bullseye

Confira nessa matéria como ter plugins e codecs de forma livre, sem o uso de nada proprietário na distribuição GNU Linux Debian 11 Bullseye. 





Fonts Microsoft e alternativas livre para o GNU Linux Debian 11 Bullseye

Para quem está acostumado e ou precisa utilizar as fonts da Microsoft para textos, confira nessa matéria como instalar as originais proprietárias e as de código aberto.





Nenhum comentário:

Postar um comentário