Menu

O que você precisa saber para usar o Debian 11 GNU Linux

Em todo lançamento de uma versão Stable do Debian novos usuários tentam entrar no mundo Debian, mas muitos acabam desistindo por terem aprendido tudo errado com os youtubers da vida, confira como ser um usuário Debian.



Debian

 

Em primeiro lugar você deve entender que Debian não é um deskmod ou uma remasterização para brincar de testar distro, portanto comece apagando da sua mente o que os desocupados do Youtube plantaram nela que para usar Linux você deve testar, testar, testar.

No Debian você tem que aprender, em se falando da versão Stable que tem como filosofia o congelamento de versões dos programas para alcançar a estabilidade, sendo assim nunca faça no Debian.

 

  • Usar programas de fora do repositório oficial, principalmente o lixo das PPA do Ubuntu e .deb que encontra na internet.
  • Usar repositórios de remasterizações ( as Distro dos Youtubers ), Ubuntu, Debian testing/unstable ou experimental.
  • Logar na interface do usuário Root.


DontBreakDebian





Não quebre o Debian Stable

É incrível como a cada lançamento do Debian Stable os ditos entendidos saem da toca para ensinarem os iniciantes a destruírem o Debian Stable, sempre com adaptações grotescas das aberrações que indicam para Ubuntu. Se de fato quer ser um usuário Debian Stable confira essa matéria.
 
 
 

Liberdade


O Debian tem por filosofia o uso e distribuição apenas de programas livres, isso é feito na .iso e em seus repositórios pelos espelhos main.

 




Mas você pode precisar de drivers proprietários, nesse caso você pode habilitar os repositórios "contrib non-free" na sources.list.

Vale lembrar que na maioria dos casos você só ira precisar do repositório proprietário para:

 


Tirando esses dois casos o uso dos repositórios proprietários é totalmente desnecessário, confira na matéria abaixo como usar o Debian livre de pacotes proprietários obscuros.


Debian free

Essa matéria é um apanhado da serie de matérias que fiz sobre o uso do Debian apenas com o repositório main.
Sera que é difícil ser de fato livre ?




Documentação


Para entrar no mundo Debian a única porta existente é a documentação, e a primeira que você deve ler são as "Notas de lançamento".

A atual versão stable é o Debian Buster.





As notas de lançamento do Debian 11 estão em desenvolvimento e você pode conferir aqui.

Elas são divididas em categorias 


1. Introdução 1.1. Reportando bugs neste documento 1.2. Contribuindo com relatórios de atualização 1.3. Código fonte deste documento 2. Quais as novidades no Debian 11 2.1. Arquiteturas suportadas 2.2. Quais as novidades na distribuição? 2.2.1. Desktops e pacotes famosos 2.2.2. Impressão e escaneamento sem driver 2.2.3. Novo comando “open” genérico 2.2.4. Control groups v2 2.2.5. Journal persistente do systemd 2.2.6. Novo método de entrada Fcitx 5 2.2.7. Novidades da Blend Debian Med 2.2.8. Suporte do kernel a exFAT 3. Sistema de instalação 3.1. Quais as novidades do sistema de instalação? 3.1.1. Instalação automatizada 3.2. Instalações em nuvem 3.3. Imagens para Contêineres e Máquinas Virtuais 4. Atualizações a partir do Debian 10 (buster) 4.1. Preparando para a atualização 4.1.1. Faça backup de quaisquer dados ou informações de configuração 4.1.2. Informe os usuários com antecedência 4.1.3. Preparar para indisponibilidade de serviços 4.1.4. Preparar para recuperação 4.1.5. Preparar um ambiente seguro para a atualização 4.2. Inicie a partir de um Debian “puro” 4.2.1. Atualização para Debian 10 (buster) 4.2.2. Remover pacotes não-Debian 4.2.3. Atualize para a última versão pontual 4.2.4. Prepare o banco de dados de pacotes 4.2.5. Remova pacotes obsoletos 4.2.6. Remova arquivos de configuração que sobrarem 4.2.7. A seção “security” 4.2.8. A seção “proposed-updates” 4.2.9. Fontes não oficiais 4.2.10. Desabilitando o pinning do APT 4.2.11. Verifique a situação dos pacotes 4.3. Preparando os arquivos source-list do APT 4.3.1. Adicionar fontes da Internet ao APT 4.3.2. Adicionando fontes ao APT para um espelho local 4.3.3. Adicionando fontes ao APT a partir de mídia ótica 4.4. Atualizando pacotes 4.4.1. Gravando a sessão 4.4.2. Atualizando a lista de pacotes 4.4.3. Certifique-se que você tem espaço suficiente para a atualização 4.4.4. Atualização mínima do sistema 4.4.5. Atualizando o sistema 4.5. Possíveis problemas durante a atualização 4.5.1. O dist-upgrade falha com “Could not perform immediate configuration” 4.5.2. Remoções esperadas 4.5.3. Loops de conflitos ou pré-dependências 4.5.4. Conflitos de arquivo 4.5.5. Mudanças de configuração 4.5.6. Mudança de sessão para o console 4.6. Atualizando o seu kernel e pacotes relacionados 4.6.1. Instalando um metapacote do kernel 4.7. Preparar para a próxima versão 4.7.1. Expurgando pacotes removidos 4.8. Pacotes obsoletos 4.8.1. Pacotes fictícios transitórios 5. Problemas a serem considerados para a bullseye 5.1. Itens específicos da atualização para bullseye 5.1.1. Novo driver padrão VA-API para GPUs Intel 5.1.2. O sistema de arquivos XFS não suporta mais a opção barrier/nobarrier 5.1.3. Disposição do repositório de seguraça alterada 5.1.4. Hash de senha usa yescrypt por padrão 5.1.5. Suporte a NSS NIS e NIS+ exige novos pacotes 5.1.6. Gerenciamento de fragmentos de arquivos de configuração no “unbound” 5.1.7. Obsolescência de parâmetros do rsync 5.1.8. Gerenciamento de “addons” do Vim 5.1.9. OpenStack e cgroups v1 5.1.10. Arquivos de política da API do OpenStack 5.1.11. Indisponibilidade do sendmail durante a atualização 5.1.12. FUSE 3 5.1.13. Arquivo de opções do GnuPG 5.1.14. Linux habilita espaços de nomes por padrão 5.1.15. Redmine faltando na bullseye 5.1.16. Exim 4.94 5.1.17. Sondagem de dispositivos SCSI é não determinística 5.1.18. rdiff-backup require lockstep upgrade of server and client 5.1.19. Coisas para fazer depois da atualização e antes de reinicializar 5.2. Itens não limitados ao processo de atualização 5.2.1. Limitações no suporte de segurança 5.2.2. Acessando o aplicativo Configurações do GNOME sem mouse 5.2.3. A opção de inicialização rescue não é utilizável sem uma senha de root 5.3. Obsolescência e depreciação 5.3.1. Pacotes obsoletos dignos de nota 5.3.2. Componentes obsoletos para a bullseye 5.3.3. No-longer-supported hardware 6. Mais informações sobre o Debian 6.1. Leitura complementar 6.2. Obtendo ajuda 6.2.1. Listas de discussão 6.2.2. Internet Relay Chat 6.3. Relatando bugs 6.4. Contribuindo para o Debian A. Gerenciando seu sistema buster antes da atualização A.1. Atualizando seu sistema buster A.2. Verificando seus arquivos source-list do APT A.3. Removendo arquivos de configuração obsoletos B. Colaboradores das notas de lançamento Índice Remissivo glossário




Um tópico que considero muito importante conhecer nas notas de lançamento são os problemas conhecidos, saber deles ira te poupar perder tempo e aborrecimentos desnecessários no pós instalação.



  • 5. Problemas a serem considerados para a bullseye

5.1. Itens específicos da atualização para bullseye

5.1.1. Novo driver padrão VA-API para GPUs Intel
5.1.2. O sistema de arquivos XFS não suporta mais a opção barrier/nobarrier
5.1.3. Disposição do repositório de seguraça alterada
5.1.4. Hash de senha usa yescrypt por padrão
5.1.5. Suporte a NSS NIS e NIS+ exige novos pacotes
5.1.6. Gerenciamento de fragmentos de arquivos de configuração no “unbound”
5.1.7. Obsolescência de parâmetros do rsync
5.1.8. Gerenciamento de “addons” do Vim
5.1.9. OpenStack e cgroups v1
5.1.10. Arquivos de política da API do OpenStack
5.1.11. Indisponibilidade do sendmail durante a atualização
5.1.12. FUSE 3
5.1.13. Arquivo de opções do GnuPG
5.1.14. Linux habilita espaços de nomes por padrão
5.1.15. Redmine faltando na bullseye
5.1.16. Exim 4.94
5.1.17. Sondagem de dispositivos SCSI é não determinística
5.1.18. rdiff-backup require lockstep upgrade of server and client
5.1.19. Coisas para fazer depois da atualização e antes de reinicializar


Nos tópicos abaixo você encontra informações importantes para a instalação e ou atualização do Debian Stable.

 

  • 3. Sistema de instalação
  • 4. Atualizações a partir do Debian 10 (buster)



Aproveite os dias que restam para estudar as Notas de Lançamento antes do final do mês quando o Debian 11 será lançado.






Aproveite também para estudar um pouco sobre GNU/Linux.


Material de estudo para o iniciante GNU/Linux

Confira nessa matéria alguns manuais que separei para o iniciante em GNU/Linux que queira ir alem de apenas usar o sistema operacional.








Nenhum comentário:

Postar um comentário