Menu

sexta-feira, 28 de junho de 2019

Sistema operacional, gerenciador de janelas e ambiente gráfico do Gnu/Linux.

Entenda de uma forma quase desenhada o que é  sistema operacional, gerenciador de janelas e ambiente gráficos.









Sistema operacional, gerenciador de janelas e ambiente gráfico


Irei tentar explicar de forma bem simplificada o que são cada um desses itens nos sistemas GNU/Linux, mostrando também o que as escolhas que você fizer para a instalação de cada item consome mais ou menos do seu hardware.

Sistema operacional


O sistema operacional é o todo e é ele que faz a ligação entre você e a maquina, mas eu gosto de o dividir em duas partes.

O sistema base.

O gerenciador de janelas ou o ambiente gráfico.


O sistema base



Antes devo fazer uma diferenciação, eu sei que muitos acreditam que os sistemas live são única opção, mas não são, além disso eles não instalam o sistema, eles apenas copiam um backup de um sistema inteiro para o seu disco rígido.

Esse backup cabe em um DVD por ser compactado geralmente com alta compressão XZ, um sistema de 10 GB após ser compactado tem o tamanho de aproximadamente uns 2 GB.

Nas distribuições Debian e Ubuntu, além das suas remasterizações utilizam o squashfs tools para criar uma imagem .squashfs compactada que depois é adicionada a uma outra imagem .iso com mais algumas ferramentas.

Na imagem abaixo podemos ver a imagem filesystem.squashfs de uma .iso do Debian live, ela é apenas o backup de um sistema completo.







Em todas as distribuições de pacotes você tem a opção netinst, ou instalação avançada, essa opção é distribuída em um pacote bem menor que as live, é basicamente um pequeno sistema que pode ou não conter o sistema base com capacidade de se conectar a internet para fazer o download dos demais pacotes que formam um sistema operacional e os instalar.

No caso das distribuições abaixo elas utilizam uma lista pre definida de pacotes a serem instalados, os chamados metapacotes, essa lista nem sempre faz a melhor combinação de pacotes e isso acaba levando a maior consumo de recursos do hardware por se tratar de um conjunto generico para atender uma maior gama de maquinas.

Debian

Ubuntu

Fedora

opeSUSE


Temos outras distribuições que baseiam a instalação do sistema operacional em uma lista criada pelo próprio usuário e limitando o uso de um metapacote para a instalação do sistema base, dentre elas temos as abaixo e todas as acima também podem ser instaladas sem se usar metapacotes.

Arch 

Gentoo

Slackware


Irei usar como exemplo o Debian, durante a sua instalação usando a .iso netinst quando na tela de selecionar o ambiente gráfico a ser instalado, esses são os metapacotes do Debian, desmarque todos e siga com a instalação do sistema base.






Optando por não usar metapacotes você ira instalar apenas o sistema operacional base, chamado de modo texto e com todas as funções de um sistema operacional apenas não tem gerenciador de janelas ou ambiente gráfico, mas é totalmente funcional.

Nesse exemplo temos um sistema operacional que consome 55 MB de memória ram.




Esse sistema operacional base pode ser usado para tudo o que você imagina, desde editar textos, imagens, navegar na internet, imprimir seus arquivos e até assistir vídeos e ouvir músicas.




Gerenciador de janelas


De forma simplificada um gerenciador de janelas é o que o termo diz, ele gerencia janelas com a ajuda do mouse ou teclado.

Um gerenciador de janelas bem conhecido é o openbox, que você pode instalar no seu sistema base e logar nele.

Uma indicação básica e confortável para usar o openbox seria o openbox, o servidor gráfico, um gerenciador de arquivos e um APP para se conectar a internet.

openbox xinit pcmanfm wicd

Ai está o gerenciador de janelas OpenBox consumindo 120 MB de memória ram, onde as ferramentas do sistema estão a um click direito na tela.

Um gerenciador de janelas faz exatamente isso gerencia, abrindo janelas de APP para você os usar.






O uso apenas do gerenciador de janelas sem um ambiente gráfico completo é para se obter o máximo do hardware com uma usabilidade básica e totalmente funcional e sem desperdícios de recursos da sua maquina.


Ambiente gráfico


O ambiente gráfico já é composto por vários componentes ligados ao visual e usabilidade mais amigável do sistema.

Irei usar como exemplo o xfce4 que tem um meta pacote o xfce4 e o restante do ambiente gráfico pode ser instalado individualmente conforme a sua necessidade.

Ao instalar apenas o xfce4 sem os pacotes recomendados você já tem algo bem mais amigável que o OpenBox e sem poluir de mais o seu sistema.

Ai está o ambiente gráfico xfce4 consumindo menos de 200 mb de memória ram.




Mas você quer outro ambiente gráfico, um mais moderno e atraente e leve, legal instale o KDE Plasma.

plasma-desktop openbox-kde-session dolphin konsole plasma-nm kmix pulseaudio sddm

Quem foi que disse que KDE é um devorador de hardware ? kkkkkkkkkkk






Caso queira ganhar uns mb não use o sddm.




Conclusão


Os resultados mostrados aqui podem melhorar ou piorar o desempenho, tudo ira depender das suas escolhas na hora de instalar os componentes do ambiente gráfico ou gerenciador de janelas.

O metapacotes são uma forma pratica de se instalar um ambiente gráfico e ou gerenciador de janelas, mas são as escolhas de outras pessoas, essa pode não ser a melhor escolha para você e ou sua maquina, explore as possibilidades e combinações de pacotes para cada ambiente gráfico, busque informações sobre os componentes na documentação dos ambientes gráficos.

Agora é com você, saia dessa bolha de que você é livre por usar um sistema gratuito, a sua unica liberdade no GNU/Linux é a de alterar/manipular os pacotes, aprenda, evolua, não se conforme nunca com o pre estabelecido por outras pessoas.

Eu estou te ajudando? Faça uma doação!!










Nenhum comentário:

Postar um comentário