quinta-feira, 27 de abril de 2017

Recuperação do disco rígido no GNU/Linux

Nessa matéria irei demonstrar algumas formas de se tentar dar uma vida extra ao seu HD ( disco rígido ) com problemas de badblocks.











OBS: Todos os dados do seu disco rígido serão apagados, tenha certeza do que está fazendo.


Em primeiro lugar, não existe método magico de recuperação de HD, os defeitos são físicos, o que você pode tentar é contornar esses problemas para dar um prolongamento de vida ao seu disco rígido.

Alguns problemas podem ser resolvidos com uma formatação de baixo nível, portanto recomendo que faça uma formatação de baixo nível caso não tenha sido detectados badblocks pelo seu sistema, caso tenha sido detectado, passe para a remarcação de badblocks em Usando o badblocks.


Formatação de baixo nível


Para essa tarefa iremos usar os programas gparted, fdisk e o dd.

Em primeiro lugar você deve identificar o disco rígido que pretende formatar, para isso abra o terminal e de o comando abaixo.

sudo -i

fdisk -l

Nessa matéria irei usar um pendrive a titulo apenas de demonstração e ilustração da matéria.

O disco que irei trabalhar é o /dev/sdb.




 Vamos fazer uma formatação de baixo nível utilizando o comando dd que ira gravar zero em toda a superfície do disco.

Note que /dev/sdb é o meu dispositivo, você deve alterar para a identificação do seu dispositivo.

De o comando abaixo no terminal ( esse processo pode ser bastante demorado dependendo do tamanho do seu disco, não interrompa )


dd if=/dev/zero of=/dev/sdb

O dd não mostra nenhuma informação de progresso da operação, tenha paciência e aguarde a finalização que dependendo do tamanho do disco pode leva horas e até dias, seja paciente :)

Curiosidade: Esses /dev/loopx são do brinquedinho da Canonical o snap, tenso ...




Ao final da operação aconselho que você teste o disco para conferir se os problemas que ele tinha foram resolvidos, já tive muitos casos em que o dd resolveu o problema.

Terminado.



Disco completamente apagado.




Agora podemos preparar ele para testar em uso.

Abra o Gparted e selecione o disco que acabou de passar o dd.




Vá em Dispositivo > Criar tabela de partição.

Deixe selecionado msdos e click em aplicar.




Vá em Partição > Novo, escolha o sistema de arquivos e click em adicionar.



Click em Aplicar.




Aguarde ...




Você pode agora testar o seu disco e ver se os problemas apresentados anteriormente foram resolvidos.

Caso o disco ainda apresente problemas, use o badblocks.



Usando o badblocks

Vamos identificar o disco, no terminal de os comandos.

sudo -i

fdisk -l




OBS: Lembre sempre de alterar o /dev/sdb para o seu dispositivo.

Método de apenas leitura do disco ( read-only test ).


badblocks -sv -c 1024 /dev/sdb

Aguarde ...




Ao final é exibido o resultado, nesse caso nada de errado foi encontrado, coloque seu disco em uso e verifique se o problema foi sanado.

Pass completed, 0 bad blocks found. (0/0/0 errors)




Mas no caso de ser detectado algum badblock, você deve tentar o método de leitura e escrita que ira tentar remarcar os badblocks sem destruir os dados contidos no HD.

badblocks -nsv -c 1024 /dev/sdb

Aguarde ... esse método pode demorar bastante dependendo do tamanho do disco.




Teste encerrado e sem erros, coloque seu disco em uso e verifique se o problema foi sanado.




Agora se depois de todas as tentativas anteriores seu disco ainda continua apresentando erro, te resta a derradeira, depois dessa se não surtir resultados positivos, taca no mato kkkkkk

Esse método vai apagar seu disco inteiro e tentar remarcar todos os setores, todos os dados do disco serão destruídos.


badblocks -wsv -c 1024 /dev/sdb


Aguarde e tenha muita paciência, isso pode demorar bastante para remarcar os bad.





O seguinte, se depois disso tudo o disco se recusa a colaborar, acabou, fim de vida pra ele, substitua e pare de perder tempo.

Não resolveu seu problema ? bote sua raiva pra fora e viva feliz kkkkkkkk.




Donate - Contribua para a melhoria do nosso trabalho!!











2 comentários:

  1. Sugestão: Ao mostrar o print da tela, seria mais interessante mostrar o comando atual e sua respectiva saída. Acredito que fica mais limpo para o leitor, principalmente, iniciante no mundo linux.
    No mais, achei muito útil a matéria visto que vez ou outra preciso corrigir alguns HD, mas usava o Hirens Boot, agora vou fazer no Linux. Aproveitando a matéria, quem deseja fazer um benchmark dos discos use o comando hdparm, que também tem como fazer verificação e correção de badblocks.

    $ sudo hdparm -Tt /dev/sda
    /dev/sda:
    Timing cached reads: 12540 MB in 2.00 seconds = 6277.67 MB/sec
    Timing buffered disk reads: 234 MB in 3.00 seconds = 77.98 MB/sec

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc não está vendo direito kkkkkk todos os comandos estão com as respectivas saídas, alias, isso é uma característica minha caso ainda não tenha notado.

      Excluir