sábado, 25 de fevereiro de 2017

Criar uma remasterização GNU/Linux, para Debian e Ubuntu

Com a nova versão do Remaster-GTK lançada, vamos aprender criar uma remasterização ou um backup do sistema.








Vou fazer essa matéria no Debian Stretch, mas ela se aplica também ao Ubuntu 16.04.

Para criar uma remasterização ou um backup de qualidade, você precisa primordialmente de um sistema operacional instalado e totalmente integro, algumas recomendações quanto a isso.

Importante, possuir conhecimento intermediário / Avançado em GNU/Linux.

Sistema operacional base.


É recomendável que você use um sistema operacional recém instalado e que siga os critérios.

# Só possuir  repositório oficial da sua distribuição ( Sem PPA ou Debian multimedia) e tão pouco programas compilados de outras fontes.

# Não usar kernel em fase de testes.

# Não ter driver de vídeo proprietário instalado, ATI ou Nvidia, se tiver remova, purge e de um autoremove para garantir ( Isso para garantir que sua .iso vá rodar em qualquer computador, assim como uma distribuição qualquer o faz ).
   
      Remover Nvidia
   
      sudo apt remove --purge nvidia-* ; sudo apt autoremove ; sudo apt install xserver-xorg-video-nouveau ; sudo reboot

       Remover ATI

        sudo apt remove --purge  fglrx ; sudo apt autoremove ; sudo reboot

 # Não ter inicio automático de sessão ativado, se tiver desative e reinicie a maquina.

# Como gerenciador de boot só usar o Grub, nenhum outro é compatível.

# Não possuir partições montadas automaticamente no boot, se tiver desfaça.

# Instale todos os firmware de rede free ou nonfree do seu repositório, isso vai tornar a sua remasterização compatível a uma infinidade de computadores.

# Instale codecs, plugins, java, flash player ...

# instale todos os programas do seu repositório oficial que usa ou julgue necessário.

# Programas via Wine só manterão as suas configurações no modo backup.

# Para criar o sistema em maquina virtual compartilhar no mínimo 2 GB de memória ram com a VM e não instale adicionais para convidado ou equivalente ( é a mesma regra do driver de vídeo e isso vai causar problemas em uma maquina real.

# Não querer fazer backup de dados, o programa é para backup do sistema operacional e só, tem limite de tamanho para iso de 4.5 GB.

# Não usar Debian netinst ou Ubuntu minimal, sem conhecimento avançado de pacotes, não adianta achar que tem, você vai acabar deixando o sistema faltando pacotes que podem não fazer falta para uma instalação, mas para uma cópia, pode fazer sim, portanto se você é um iniciante / intermediário, use a instalação padrão da distribuição base.

# Atualize o sistema com o comando abaixo.

sudo apt update ; sudo apt full-upgrade

# Verifique e corrija erros nos pacotes com o comando abaixo.

sudo apt install -f


sudo dpkg --configure -a
# Não tenha mais de um ambiente gráfico.

# Use sempre o gerenciador de login do seu ambiente gráfico, principalmente no Ubuntu que todo o processo é feito pelo Ubiquity e ele não perdoa erros ou alterações.

Customização

A customização pode ser feita na Raiz, que é mais difícil mas os resultados são infinitamente melhores.
Você também pode fazer normalmente na guia "Configurações e usar a opção "Selecionar"  Configurações do usuário.


Além disso você deve fazer uma limpeza nas configurações da home, removendo configurações pessoais, no caso de você querer passar a isso para amigos.

 Para a limpeza dos dados de usuário você pode usar o Bleachbit marcando todas as opções.

Se não tem instalado instale com o comando abaixo.

sudo apt install  bleachbit




No blog tem varias matérias de customização na Raiz, faça uma busca.

Achou muito complicado ? Não use essa opção, deixe o sistema por default e depois você customiza, o importante é ter a base salva.

Limpeza do sistema operacional.


Primeira providencia é remover programas que não deseja na sua remasterização, exemplo para remoção.

sudo apt remove --purge pacote ; sudo apt autoremove


Remova todas as versões antigas do kernel na guia Configurações usando a opção "Apagar" Kernel antigo.




Use o Bleachbit como Root pra fazer uma faxina no sistema, também marcando todas as opções.




Em seguida atualize o apt com o comando abaixo, muito importante.

sudo apt update
Com tudo pronto reinicie o computador.

Remaster-GTK

Faça o download  no link abaixo, siga as instruções de instalação e leia as RECOMENDAÇÕES.


Remaster-GTK Debian


Remaster-GTK Ubuntu



Nesse ponto você está falando, 

"Porra, pra que tudo isso ?" 

Simples, o Remaster vai fazer uma cópia exata do seu sistema operacional, se ele estiver ruim, a cópia sera péssima, um lixo e provavelmente não vai funcionar, ou você acha que fazer uma REFISEFUQUI é moleza ? Não é, caso ache que a sua opinião é melhor, bata cabeça, te mostrei o caminho das pedras, siga se quiser ter sucesso.

Se fez tudo o que foi recomendado, abra o Remaster GTK e vá na guia "Configurações".

Preencha os campos como na imagem.

O Restante ou já foi falado ou é opcional para o funcionamento da remasterização ou backup.


Agora é só gerar a iso, indo na guia "Ação".

Faça a sua escolha:

Backup: Você vai ter uma iso com a aparência do seu sistema agora, sem a necessidade de alterações na Raiz .

Mas isso trás inconvenientes:

No sistema instalado a partir da sua iso, todos os novos usuários criados irão ter as configurações padrão do sistema e não as do seu usuário.

Problemas nas configurações do seu usuário atual irão para a iso criada.

Distribuição: A melhor opção, você vai ter uma cópia limpa do sistema operacional.

Se fez a customização na Rais, todos os usuários irão usufruir dessa customização.

Distribuição II e ISO Distribuição II: São apenas para usuários com conhecimento avançado e destinadas:

Alterar manualmente o sistema de boot da iso.

Adicionar pacotes .deb ao projeto, para ter com isso um pequeno repositório off line de pacotes.

Clear: Para apagar a pasta do projeto e liberar espaço em seu disco.




Com a iso criada, faça um teste em maquina virtual, para ver se tudo está ok.

Boot




Login automático


Se não entrar é problema, revise tudo e arrume, leia o log do Remaster em /home/remaster




Teste a sua remasterização, caso queira, instale a sua remasterização primeiro na VM e tudo estando ok, grave em pendrive ou DVD

Volte ao Remaster-GTK  e vá na guia "Gravação" e escolha a forma que deseja fazer a gravação.



Lembre sempre, erros foram apresentados, pesquise sobre o erro e arrume, a iso só vai ser gerada se tudo estiver ok no seu sistema base.


Donate - Contribua para a melhoria do nosso trabalho!!







7 comentários:

  1. Vlw.. Vo seguir cada detalhe

    ResponderExcluir
  2. Sou o cara que encheu o saco durante todo o dia com o Remaster..
    Então funcionou desta vez.

    Usei o "Bleachbit" conforme o artigo e acho que ele foi o responsável por não engasgar a restauração que nem das outras vezes..

    OBS0:Não limpei os kerneis antigos porque senão deixaria de funcionar o virtualbox ( no meu caso).

    OBS1:Porem.. O "recuperador do grub" não funcionou comigo. Tive que baixar o boot-repair.Ai sim funcionou.

    Debian 8.6 restaurado

    Na imagem que estava dando erro estava com 1.5gb
    Na feita depois com o bleachbit foi para 1gb(só estava com o xfc4 também, na outra tinha o gnome).


    a conf final na hora do restore foi

    VHD 40GB
    10GB pro sistema :/
    25GB /Home
    5GB /Swap

    Vlw ae
    se nao fosse esse tutorial nao teria como eu ir para frente com o meu projeto. Obrigado mesmo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Christopher Sampaio, sempre o erro está no sistema, é só procurar que vai achar.
      O Remaster é só um script que usa ferramentas de desenvolvimento Debian e Ubuntu e essas é que dão o grito quando encontram problemas no sistema, o bom é que com ele vc acaba tendo obrigatoriamente um sistema perfeito aos padrões das ferramentas Debian/Ubuntu dev :)

      Excluir
  3. Ricardo Lobo, boa tarde, tudo bem..??
    O Remaster-gtk v2.3.3 não funciona no Ubuntu 16.04 e Derivados..??
    Apenas em 14.04..??
    Funcionaria no Linux Mint 17.3 que tem como base o Ubuntu 14.04..??
    Por ora fico muito agradecido..!!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite;

    Meu camarada ele está operacional no Debian 9?

    Ele gera mais não ativa o autologin e como não sei a senha que ele cria (nem no autologin nem no root, fico parado no lightdm.

    Será que fiz algo de errado?

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está cara, o problema ai é teimosia, ou segue o que é dito a risca, ou não use o programa, se seu sistema está danificado, automaticamente vai refletir na iso.

      Excluir