domingo, 24 de janeiro de 2016

Debian Backports

O Debian é famoso por sua estabilidade, que se deve ao fato do congelamento dos pacotes. Mas se você quiser ter alguns pacotes mais atuais em seu sistema, leia essa matéria.











Backports são pacotes do Debian testing e unstable pré-compilados (somente em alguns casos, por exemplo, atualizações de segurança) em um ambiente estável, de modo que eles serão executados sem novas bibliotecas em uma distribuição estável do Debian.



Habilitando o Backports



Para habilitar o backports, abra o terminal e de o comando para adicionar o espelho a sources.list.


su


echo "deb http://http.debian.net/debian stretch-backports main contrib" >> /etc/apt/sources.list

Atualize o apt.

apt update


 Instalando um programa.


Para instalar algum pacote você deve especificar o repositório backports no comando.

Veja no exemplo:

apt-get -t stretch-backports install "nome_do_pacote"


apt-get -t stretch-backports install libreoffice

Antes de instalar algum programa, é bom ver se a versão disponível no Backports é satisfatória para você.
Vamos usar o libreoffice como exemplo, de os comandos no terminal.

su

aptitude versions libreoffice-writer

 Note na imagem as versões do libreoffice-writer, stable é 4.3.3 e backports é 5.0.4.


 Para instalar o libreoffice, de o comando

apt-get -t jessie-backports install  libreoffice
Resultado do comando, sem erros ou avisos de dependencias quebras, é só seguir a instalação.


 Libreoffice atualizado.



O kernel também pode ser atualizado pelo backports, veja a saida co comando aptitude versions linux-image*.
Note na imagem as versões do linux-image-686-pae, stable é 3.16 e backports é 4.3.


Novamente sem alertas para a instalação de pacotes do backports.


Kernel atualizado.




Caso queira conhecer os programas presentes no Backports, continue lendo aqui

OBS: Debian Backports é muito bom, mas use com cautela.

Fonte


Donate - Contribua para a melhoria do nosso trabalho!!













Um comentário:

  1. Pode ser uma ótima dica para quem está na distribuição Debian stable.

    ResponderExcluir